Maio/2015

 

Com o intuito de você pensar no uso que faz da comunicação na sua empresa, começo apresentando um dado impactante do Guru do Atendimento ao Cliente, John Tschohl: “90% de todos os problemas organizacionais são causados por deficiências na comunicação”. Isso porque, de acordo com a lei geral da comunicação nas organizações, jamais nos comunicamos de forma tão eficiente quanto pensamos, uma vez que o teórico Chinem (2010, p.1) aponta que “comunicação não é o que você diz, é o que o outro entende”.

 

Fazendo uma breve análise da Comunicação Organizacional desde a virada do século, posso afirmar que esse panorama mudou muito nos últimos anos, diria na última década. Em um passado não muito distante, as empresas estavam preocupadas com os instrumentos de comunicação, ou seja, com a obrigatoriedade de ter um jornal ou revista. As empresas de hoje se deram conta que ter apenas isso não bastava, então, começaram a pensar na comunicação de forma estratégica, fazendo dela parte do planejamento estratégico da organização. Dessa forma, a produção do jornal ou revista precisa atingir os objetivos propostos, não ser mais uma simples publicação, mas sim extrair desse veículo de comunicação o máximo proveito.

 

Antes as empresas viam o setor de comunicação como um local de despesas, sendo muitas vezes o primeiro a sofrer cortes em uma possível crise. Na atualidade, as empresas perceberam que a comunicação é um investimento e que em uma possível crise poderá e muito ajudar a empresa a se reerguer. Ainda há pouco tempo, quando o assunto era comunicação organizacional, o que as empresas pensavam era apenas em ter uma assessoria de imprensa. No entanto, nunca se pensou tanto quanto hoje em uma comunicação total, interna e externa, atingindo todos os stakeholders.

 

Outra questão que abordei no treinamento foi o ser ético de cada indivíduo jurídico. As empresas precisam ter uma postura ética, não apenas com os seus clientes, mas, também, com os seus colaboradores. Melhor ainda, a ética deve fazer parte da vida funcional de qualquer organização, pois, há muito tempo “a ética deixou de ser um artigo de luxo e passou a ser uma necessidade. (...) Ela se tornou uma atividade corporativa voltada para a reputação da companhia” (CHINEM, 2010, p. 7).

 

A comunicação, a ética e a imagem corporativa estão fortemente ligadas. A postura ética de uma organização comunicada de forma efetiva resultará em uma imagem altamente positiva. Assim, a comunicação organizacional é tão importante quanto qualquer outra área dentro da empresa e precisa ser valorizada por aqueles empresários e gestores que ainda não a incluem nas suas pautas de trabalho. Para uma simples conversa informal... comunicamo-nos. Para fechar um negócio... também usamos a comunicação. Então, por que não dar atenção para o processo básico de diálogo de todo ser humano... “A comunicação como inteligência empresarial não pode fazer concessão ao improviso. Apóia-se em metodologias, em pesquisas, em desenvolvimento de teorias e conceitos a serem aplicados a novas situações...” (BUENO, 2003, p. 15).

 

O sucesso da sua empresa não vem do quanto você trabalha, mas sim da efetividade (eficácia + eficiência) de sua equipe. Dessa maneira, as Pessoas não devem ser “gerenciadas”, mas sim lideradas. A meta é tornar produtivos as forças e o conhecimento específicos de cada pessoa. Para isso, comunique-se melhor com sua equipe. Estabeleça metas para cada um e cobre resultados, mas tudo isso de forma transparente, objetiva. Lembrando que a comunicação é o que o outro entende e não o que você fala, de fato. Importante, nesse e em todos os casos, pedir um feedback, para ter certeza que a sua equipe ou apenas um colaborador tenha entendido a tarefa.

 

Os desafios que exponho para esse e, talvez, os próximos anos são:

  • Todo potencial da comunicação organizacional só se revela quando efetivamente a utilizamos de forma estratégica e não apenas instrumental. Fica como desafio ampliar e discutir o panorama da comunicação organizacional da sua empresa.

  • A comunicação interna é fundamental para o bom desempenho de seus colaboradores.

  • A empresa deve ter um sistema ou um padrão de comunicação para transmitir suas informações, diretrizes, normas, missão, valores, planos estratégicos aos seus colaboradores.

  • A comunicação é um processo social que se caracteriza pela transmissão, recebimento e troca de informações. Comunicar pode ser muito mais fácil do que as empresas imaginam.

  •  

Em vista de tudo o que foi apresentado as tendências são:

  • Não devemos temer as novas ideias, mas sim as velhas.

  • Precisamos adaptar os “velhos” costumes corporativos, ao novo cenário de compartilhamento de informações e comunicação instantânea.

  • Pequenas e médias empresas vão investir cada vez mais em redes sociais

 

É explicito que a comunicação é a força que dinamiza e excita a vida das pessoas e das sociedades, uma vez que desde que existe o homem, existe a comunicação. A mensagem final que deixo para você é que pense no poder das palavras: “mude suas palavras, mude seu mundo”. 

Comunicação Organizacional: Desafios e Tendências

Porto Alegre 

Rio Grande do Sul

Brasil

  • YouTube Social  Icon
  • Wix Facebook page